criAtivos Made in Brasil » Arte & Decor
sexta 09 de outubro de 2015, por: Equipe Merkado

João Mansur: um criativo do requinte

Um dos arquitetos mais renomados do país, João Mansur, nasceu no Rio de Janeiro e formou-se em 1975 em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Santa Úrsula. Iniciou sua carreira como estagiário na Estrela Engenharia, empresa familiar sediada no Rio de Janeiro, onde permaneceu até 1980, quando ocupava o cargo de diretor geral da área de arquitetura e obras.
Em 1984, fundou a empresa João Mansur Arquitetura Design Arte, considerado um dos escritórios ‘Top 10’ do país, e onde permanece como sócio até hoje.
Com toda a experiência adquirida ao longo desses anos, a empresa atua em todos os segmentos da arquitetura. No residencial, por exemplo, eles realizaram um projeto arquitetônico em estilo Neoclássico, com referências e proporções ‘Palladianas’, que ora nos apresenta.
Situada no Jardim América, em São Paulo, a fachada da residência é totalmente revestida em massa raspada, enquanto seu interior recebeu materiais atemporais.
Outro ponto importante para um projeto de sucesso é a utilização de cortinas e persianas que, além de filtrar a luz diurna e noturna, é capaz de criar diferentes atmosferas, possibilitando aconchego aos ambientes. “Nos meus projetos, costumo utilizar persianas horizontais com lâminas de 50/60 mm, em alumínio ou madeira. Já as cortinas, costumam ser de tecido com pregas tipo ‘wave’ ou ‘roman shades’, explica João Mansur.
Quando o assunto é toldo, o arquiteto prefere os de lona vinílica preta, marrom ou verde escuro e, quando possível, listrada; com estruturas e braços em latão polido envernizado ou cromado.
Quanto aos revestimentos, Mansur diversificou. Na galeria, hall de entrada, escada e jardim de inverno foi aplicado piso em limestone ‘Saint Maxime’ com ‘cabouchons’ em mármore Nero Absoluto fosco, e paredes revestidas em massa texturizada tipo falsa pedra.

 

Baixe o app da criAtivos e leia o restante

Outras Matérias

Nenhuma edição encontrada.
Nenhuma edição encontrada.