Revista Merkado » DECOR
tera 19 de abril de 2016, por: Equipe Merkado

Design tem que ter afeto, tem que tocar o coração

“Pra mim, o afeto é o principal ingrediente do design”, afirma o designer Paulo Alves. Segundo ele, quando se consegue colocar no objeto alguma coisa relacionada ao afeto, que toque o coração da pessoa que o levará para casa, esse objeto terá significado, será cuidado e, quiçá, vai durar mais. Quem sabe, passará para filhos, netos...

Para Paulo, conciliar design, técnica e produção com aceitação de mercado é uma linha difícil de acertar. Porém, “quando fazemos aquilo que amamos, e passamos isso para as peças e para o cliente, ele compra o produto pelo que ele carrega e não somente pelo que é feito”, considera. “O valor do produto é diferente de seu preço, por isso, quanto mais conseguimos passar adiante a valorização desse trabalho artesanal, melhor para ambos”, complementa.

Paulo Alves é nascido em Jardinópolis, uma pequena cidade do interior de São Paulo onde é preciso se tornar engenheiro, médico ou advogado. Paulo tentou a primeira opção, mas o curso rígido logo o desinteressou e, após alguns meses, pediu imediata transferência para a escola de arquitetura, formando-se em Arquitetura e Urbanismo pela FAU - USP de São Carlos.

Ao longo do curso descobre sua real paixão, tendo a certeza de onde queria trabalhar quando assiste a uma palestra sobre a arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi. Sua paixão, seu enfoque no usuário e suas ideias, que possuíam como raiz a diversidade da cultura brasileira, chamaram sua atenção. Era uma abordagem muito a frente do seu tempo e extremamente perspicaz. “Decidi que teria que trabalhar com ela para poder me aprofundar”, explica o designer.

 

 

Faça sua assinatura e leia mais. Clique aqui

Nenhuma edição encontrada.
Nenhuma edição encontrada.