tera 12 de janeiro de 2016, por: Equipe Merkado

Sylvania anuncia fusão com gigante asiático

Feilo Acoustic Limited (Feilo) assinou um acordo de compra de 80% da empresa de iluminação Sylvania, até agora controlada pela Havells, multinacional de origem indiana. A transação deverá ser concluída durante o primeiro trimestre de 2016, criando assim uma das maiores potências mundiais iluminação e uma das mais promissoras neste mercado. As operações do Brasil, Chile, Tailândia e Estados Unidos, que estão em pleno crescimento, entrarão na segunda etapa da negociação.


A companhia de iluminação Havells Sylvania (Sylvania) se associou à transnacional Feilo Acoustic Limited (Feilo), originária de Shanghai, fabricante líder de produtos de iluminação para uso doméstico, comercial e para fins industriais. Ao firmar acordo de compra de 80% da Sylvania, foi consolidada uma relação que já existe há vários anos através de uma joint venture com a Havells India.
Tiago Pereira de Queiroz, CEO da Sylvania para a América Central, Caribe, Brasil e os EUA, afirmou que o modelo de negócio da empresa continuará tal qual e como vem se desenvolvendo até o momento, com uma perspectiva positiva para a continuidade dos planos de expansão regional da empresa, introduzindo novas verticais de negócios com foco na área de projetos e governamental, as quais serão apoiadas pelo projeto de uma nova fábrica no modelo da zona Franca. "Com esta união nos fortaleceremos, pois se trata de um sócio que chega para trazer investimento, produção e expertise no negócio", considerou o executivo.
A combinação de Feilo e Sylvania cria uma potência mundial em iluminação e a possibilidade de novas aquisições, com benefícios diretos para os clientes: ampliação da oferta de produtos, aumento da força financeira e um maior enfoque à tecnologia e design. As empresas aproveitarão as suas fortalezas combinadas para se estabelecerem como o melhor provedor global na sua classe, com enfoque contínuo nas atividades de distribuição e projetos.
A partir da fusão, novos produtos serão somados ao portfólio da Sylvania desde o primeiro semestre deste ano. Tratam-se de aquecedores de água, painéis solares, baterias, cabos de alimentação e ventiladores, controles de iluminação, iluminação pública, entre outros.
De acordo com Pereira de Queiroz, o fortalecimento do negócio e aumento do portfólio de produtos trará outras consequências positivas como uma melhoria na qualidade, serviço e custo / benefício para o consumidor final a médio e longo prazo.
"A operação latino-americana, com um de seus centros localizado em San José, Costa Rica, continua sendo uma operação modelo através da qual são desenvolvidos os produtos "taylor made" e criadas diretrizes corporativas em design, finanças, logística, marketing, branding, entre outros. Com a fusão, este grupo tende a ganhar cada vez mais força no processo de posicionamento da nossa marca", disse Pereira de Queiroz.

 

Fusão em processo

A compra por parte da transnacional Feilo Acoustic Limited (Feilo), que por sua vez faz parte do grupo INESA, foi de 80% das operações da Sylvania. As operações do Brasil, Chile, Tailândia e Estados Unidos serão incluídas em uma segunda etapa, em um período entre 12 a 36 meses.
Ambas as partes deixaram claro que as negociações serão mantidas e que trabalharão conjuntamente em sintonia para garantir uma fusão bem-sucedida e criar assim uma das maiores empresas do segmento de iluminação mundial.
Pereira de Queiroz confirma que os novos sócios trazem consigo um impulso para o desenvolvimento do negócio predizendo assim uma perspectiva positiva com grandes vantagens para o investimento, o crescimento da produção e da competitividade de todos os produtos da Sylvania, bem como para a introdução de novas soluções nos mercados locais de cada país.
No ano de 2007, a companhia Havells India adquiriu a Sylvania por meio de sua subsidiária Havells Holanda. Agora, a Sylvania faz parte da Feilo Acoustic Limited, formando uma das maiores potências mundiais no negócio de iluminação e energia.

Nenhuma edição encontrada.
Nenhuma edição encontrada.